segunda-feira, 26 de junho de 2000

Os Nézinhos

MANOEL DA SILVA dc07/09/1807 “O Nézinho”
Seus filhos, ZÉ NÉZINHO, JOÃO NÉZINHO e ANTÔNIO NÉZINHO, vindos da comunidade de Olho D`água e Urussanga Velha, subindo o Rio Urussanga (1850) em busca de terras em São João de Urussanga Baixa e nas Terras de Sesmaria dos Medeiros (Rio Vargedo), sendo eles:

“Os Nézinhos”:

- JOSÉ MANOEL DA SILVA “zé nézinho”  casado com  Cândida Maria da Conceição da Silva.  Esses fixaram residência da linha travessão (Grutinha Manoel Santana em direção a São João de Urussanga Baixa), tendo 04 (quatro) filhos:
1) DOBRANDINO JOSÉ DA SILVA casado com Minervina Antônia de Jesus Vieira da Silva, residentes em São João de Urussanga Baixa, ela filha de BERTHOLDO FERNANDES VIEIRA e Antonia Custódia Matias de Jesus Vieira. Os 11 filhos Dobrandino e Minervina:
1 – GUSTAVO DOBRANDINO DA SILVA dn17-07-1913 df25-11-1983 (70 anos) c.Júlia Joaquina Ferraz da Silva dn15-09-1911 df23-12-1981 (70 anos) São João de Urussanga Baixa (São os Meus avós materno, em 1959 foram residir em Santa Terezinha de Itaipu – PR. (Pai do Deputado Estadual pelo PARANÁ, Sr. Dobrandino Gustavo da Silva)
2 – ANTONIO DOBRANDINO DA SILVA c.Joaquina Cardoso da Silva – São João de Urussanga Baixa – Treze de Maio-SC
3 – MARIA BRANDINA DA SILVA c.GUSTAVO VIEIRA – Sangão-SC
4 – DELÍCIA BRANDINA DA SILVA – “Fugiu aos 14 anos de idade” com o cunhado GUSTAVO VIEIRA de Sangão-SC
5 – SANTA DA SILVA c.Luiz Alcino Rocha – Sangão-SC
6 – BENTA “Bentinha” BRANDINA DA SILVA c.José “Bepi” Lucio Machado – Rio Vargedo depois foram para Próspera-Criciuma-SC.
7 – LÚCIA DA SILVA c.Martinho A. Alano – Rio Vargedo – Treze de Maio-SC.
8 – ANTONINHA BRANDINA DA SILVA c.Manoel Galdino Garcia “Mane Gardino” – São João de Urussanga Baixa
9 – ZULMIRA BRANDINA DA SILVA c.José Pedro Serafin Correa   –   Encruzo – Jaguaruna-SC
10 – MINERVINA “Vininha” BRANDINA DA SILVA dn11-02-1928 c.Manoel Galdino Garcia “Tio Léco” dn05-11-1924 – Estrada Geral Morro da Cruz - Jaguaruna-SC
11 – ADELAIDE “TIA DENÍ” DA SILVA c.Alcino Alano – Tubarão-SC
2) MANOEL JOSÉ DA SILVA “Maneca” casado com (2ª esposa) Maria Luiza Henrique da Silva e Seus Filhos:
    1) Luiz “Nézinho” da Silva, casado com ISAURA VIEIRA “Elza” filha de
   João Bertholdo Vieira e Quintina  – São João de Urussanga Baixa – Treze de
   Maio-SC
    2) Síria da Silva Patrício (dn12-07-1930) casada com Manoel Teixeira Patrício (dn24-12-1927) (Irmão Alcebiades e Olina), filho de Antônio Bernardino Patrício e Alexandrina Teixeira Patrício.
    3) José da Silva “Zeca” casado com Zulema Niero (filha de Elias Niero)
         – Laguna SC.
    4) Pedro“Nézinho” da Silva, casado com Arlete – Tubarão/Laguna (SC).
    5) Berto Nezinho casado com a Fermina da Silva
    6) Ana
    7) Tereza
    Obs: MANOEL JOSE DA SILVA “Maneca” com a 1ª esposa teve 1 filho, ANTONIO MANOEL DA SILVA.
3) MARIA DA SILVA GARCIA casada com Antônio Garcia (Araranguá SC).
4) ADELAIDE – faleceu com 17 anos (acidente).

- JOÃO MANOEL DA SILVA “joão nézinho”  casado com  (?) Esses fixaram residência da linha travessão (Grutinha Manoel Santana em direção à Rio Vargedo), tendo como filhos:
1) HERCÍLIO JOÃO DA SILVA (dn12-11-1889  df08-11-1969) casado com a Parteira SrªARINA MARIA DE JESUS (dn24-01-1894 df20-05-1976)
Seus 15 filhos:
1.    CATARINA DA SILVA CARDOSO c. José Martinho Cardoso
1)    HERCÍLIO DA SILVA CARDOSO (Alcides) c. Iolanda Pereira Cardoso e Ema Silveira Cardoso
2)    MARTINHO DA SILVA CARDOSO
3)    FRANCISCA “CHICA” DA SILVA CARDOSO c. Santos “Santin” Pacagnan
4)    NILSO DA SILVA CARDOSO
2.    ANDRÉ HERCÍLIO DA SILVA dn10-11-1925 df28-07-1987 c. Maria Custódia da Silva (Bilica) dn17-07-1929 df19-07-1997
1)    Salézio André da Silva  dn14-08-1950  df18-04-2005 c. Nair Morona Salvan
2)    João André da Silva
3)    José André da Silva
4)    Manoel André da Silva
5)    Rainor André da Silva
6)    Albertina da Silva
3.    JOÃO HERCÍLIO DA SILVA dn21-12-1923  df27-12-1985 c. Maria Ana da Silva (Bitóca) dn 16-05-1928 df 02-07-2013
1)    Aroldo João da Silva
2)    Arnoldo João da Silva
3)    Helena da Silva
4.    MANOEL HERCÍLIO DA SILVA c.
5.    LUIZ HERCÍLIO DA SILVA c.
6.    JOSÉ HERCÍLIO DA SILVA c.
7.    ABÉL HERCÍLIO DA SILVA c.
8.    MARIA DA SILVA DE JESUS
9.    CONCEIÇÃO DA SILVA
10. DELÍCIA DA SILVA GRALHA
11. CUSTÓDIA DA SILVA VIEIRA c. Francelino João Vieira “França” dn01-09-1914
12. SANTA DA SILVA ISALTINO
13. AUGUSTA DA SILVA
14. PEDRO HERCÍLIO DA SILVA
15. ANA DA SILVA SORATTO c. Antímio Soratto
__________________________________________________________________________

SÃO JOÃO DE URUSSANGA BAIXA - O Topônimo

São QUATRO Urussanga: a Urussanga Alta (atual sede do município de Urussanga), a velha situada ao Sul da Bacia Hidrográfica do Rio Urussanga no município de Içara (SC) chamado até hoje de Urussanga Velha, a Comunidade de São Pedro de Urussanga Baixa que foi um dos berços da colonização italiana recebendo uma grande leva de imigrantes e a SÃO JOÃO DE URUSSANGA BAIXA  situada nas margens do leito antigo do Rio Urussanga, ao Sudoeste do Município de Treze de Maio na divisa com os Municípios de Pedras Grandes e Morro da Fumaça. Em 1887 o Engenheiro Augusto Fausto Junior o denominou de 2ª Linha Urussanga e já em 13 de maio de 1888 Urussanga Baixa pertencia a Colônia da Linha Urussanga. Fazia divisa com as terras devolutas, terras de Sesmarias dos Medeiros na Linha Fausto Junior e Linha Caipora, Linha Travessão (Atual comunidade de Rio Vargedo). Ainda em 1901 era denominado somente de URUSSANGA BAIXA distrito de AZAMBUJA. Muitos afluentes existentes e que os antigos o chamavam de “sanga” e os bandos do pássaro “uru” uma ave da época, aportuguesou de URUSSANGA toda a margem do Rio. O adendo de SÃO JOÃO veio da homenagem a São João Batista, devoção do povo católico que o adotou como o Padroeiro da Comunidade. A sua posição geográfica na parte baixa ao fim da colônia de Urussanga (Linha urussanga)  e  para diferenciá-lo de homônimo, originou-se o topônimo de SÃO JOÃO DE URUSSANGABAIXA.
         A comunidade foi colonizada pelas famílias: Frasson, Niero, Fretta, Salvan, Cesca, Soratto, Morona, Cardoso, Felisberto, Bergmann, Garcia, Silva, Bertholdo Fernandes Vieira,..
SÃO JOÃO DE URUSSANGA BAIXA recebeu muitos açorianos, entre eles os Nézinhos, que no ano de 1850 migraram da Comunidade de URUSSANGA VELHA, margeando o Rio Urussanga e enfrentando os índios carijós, em busca de novas terras.
Os Nézinhos
MANOEL DA SILVA dc07/09/1807“O Nézinho”

MANOEL DA SILVA, que casou em 07/09/1807 (com ?), açoriano, residiu na comunidade de Urussanga Velha. A partir de 1850, margeando o Rio Urussanga, migrou em busca de terras novas, terras devolutas onde fixou residência no “logar” São João de Urussanga Baixa, futura terras da Colônia de Azambuja, terras essas que eram habitadas pelos índios carijós.

Muitos nomes e sobrenomes, além de apelidos eram aportuguesados, para diferenciar e referenciar as grandes famílias existentes no passado. MANOEL DA SILVA, o Manoelzinho, o Nézinho, gerou essa grande família "Os Nézinhos” na rica comunidade de São João de Urussanga Baixa e Rio Vargedo.

Outro açoriano, que chegou no ano de 1888, na comunidade de SÃO JOÃO DE URUSSANGA BAIXA, foi Bertholdo Fernandes Vieira, dn10/10/1859 df15/04/1934 com 75 anos, veio da Espanha. Casou no ano de 1889 com Antônia Custódia Matias de Jesus Vieira dn24/04/1867 df04/10/1963 com 96 anos, natural de São Gabriel “caipora” Treze de Maio-SC. Bertholdo era filho de Fernandes Vieira e Custódia Matias Vieira.


ANGELO JOSÉ SALVAN casado com TEREZA CALEGARI PARISE SALVAN, migrou de Rio Vargedo para São João de Urussanga Baixa em 1937 e em 1946 veio seu irmão EUGENIO JOSÉ SALVAN casado com LAURA VARNIER SALVAN. Filhos do José "Giuseppe" Salvan (Zé Totonella) e Itália Pierobon Salvan.